Governo Regional ignora apelos dos Bombeiros do Topo sobre fecho da secção destacada prejudicando jorgenses

PS Açores - Há 3 dias

A deputada do PS Açores eleita pela ilha de São Jorge, Isabel Teixeira, disse esta quarta-feira que teve informação de que a secção destacada do Topo da Associação Humanitária dos Bombeiros da Calheta irá encerrar os seus serviços de prevenção a partir da próxima semana.

“Esta Associação alertou, por mais do que uma vez, o Secretário Regional da Saúde e Desporto, com os problemas relacionados com a manutenção do quartel, viaturas e pagamentos a pessoal, bem como de alterações ao valor do subsídio de prevenção que a mesma não consegue suportar”, revelou.

Isabel Teixeira lamentou que o Secretário da tutela tivesse ignorado todos os pedidos de ajuda da Associação Humanitária dos Bombeiros da Calheta, não respondendo às comunicações dessa entidade, “enviadas no ano passado e já este ano”.

A deputada considerou que esta é uma situação que constitui “uma enorme falta de respeito para com esta instituição, para além de uma lamentável indiferença no que respeita à obrigação do Governo Regional de garantir a segurança dos habitantes do concelho da Calheta e, em especial, das freguesias do Topo e Santo Antão”.

“A perda de uma valência como estas é gravosa em qualquer ilha dos Açores, mas mais grave se torna quando falamos da ilha de São Jorge que, relembro, esteve recentemente a braços com uma crise sismovulcânica e mais é quando falamos da freguesia do Topo que está a cerca de 26 quilómetros de distância do centro de saúde e secção dos Bombeiros da Calheta”, alertou Isabel Teixeira.

Em requerimento entregue na Assembleia Legislativa dos Açores, o Grupo Parlamentar do Partido Socialista quer saber, entre outras coisas, o que é que o Governo Regional dos Açores já fez para impedir que a secção destacada do Topo seja encerrada na próxima semana e por que razão o Governo Regional dos Açores não respondeu cabalmente aos pedidos de apoio da Associação Humanitária dos Bombeiros da Calheta.