Capacitação da Universidade dos Açores é uma grande vitória do povo Açoriano, defende Francisco César

PS Açores - 22 de novembro

Francisco César salientou, esta terça-feira, que a proposta de alteração dos deputados do Partido Socialista eleitos pela Região à Assembleia da República, de capacitação institucional da Universidade dos Açores, “é uma grande vitória do povo Açoriano”.

Referindo ser esta uma das 25 propostas de alteração, das 60 apresentadas, que têm impacto direto na Região, o parlamentar reforçou ser esse o compromisso dos deputados socialistas, “o de realizar propostas que possam ajudar as famílias a enfrentar os impactos da inflação”, mas, também, “capacitar e ajudar as empresas para poderem ser mais competitivas e investir na criação de postos de trabalho, ao mesmo tempo que capacita o Estado, em todo o território nacional, naquela que deve e é a sua ação”.

A este propósito, Francisco César, que intervinha no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2023, considerou que a proposta que pretendem ver cumprida “por parte do Governo da República, do Governo Regional e da Universidade dos Açores, é uma das maiores vitórias que o povo Açoriano pode ter”.

“Em primeiro lugar, porque é o cumprimento de um compromisso e da palavra dada, quer pelo Governo da República de então, quer pelo Partido Socialista no seu programa eleitoral e, em segundo lugar, porque reconhece algo que é fundamental para as Regiões Autónomas, ou seja, de que as Universidades insulares necessitam, pela sua ultraperiferia, de um apoio adicional para ter um funcionamento que verdadeiramente gere conhecimento e riqueza nas Regiões Autónomas”, assegurou o deputado socialista.

Para Francisco César, este contrato permite, não só dotar a Universidade de mais meios financeiros, como estabelece “um compromisso de parceria entre várias partes”, permitindo que a Universidade dos Açores se possa capacitar “do ponto de vista científico, técnico e de recursos humanos, com um prazo definido e com isso fazer aquilo que é o seu papel: criar riqueza e conhecimento na Região Autónoma dos Açores”.

“É esse o papel que o Governo da República tem em ajudar a Universidade dos Açores a cumprir o seu papel na Região”, defendeu o deputado do Partido Socialista, Francisco César.

Apesar de aprovada por maioria, Francisco César lamentou, na ocasião, que os deputados do PSD eleitos pela Região se tenham abstido na votação de uma proposta tão importante para a Universidade dos Açores.