PS apela a uma melhor preparação do Governo para um arranque do novo ano letivo sem percalços

PS Açores - 29 de julho

Rodolfo Franca apelou esta quinta-feira ao Governo Regional para que “prepare melhor o arranque no próximo ano letivo, corrigindo aquilo que tiver que ser corrigido”, para que possamos ter um arranque das aulas “sem percalços”.

O deputado socialista falava após uma reunião do grupo parlamentar com a Direção do Sindicato Democrático dos Professores dos Açores, onde foi analisado o arranque do próximo ano escolar e caderno reivindicativo daquela estrutura sindical.

O Grupo Parlamentar foi a primeira força política a reunir com o SDPA, a pedido deste, numa reunião onde ressaltou o problema da falta de recursos humanos.

Rodolfo Franca Considerou alarmante que, chegados a final de Julho, pareça haver ainda “muitas lacunas na ordem de centenas de professores, em todas as ilhas”, o que pode indiciar “muitas dificuldades no arranque do ano letivo”, uma vez que “não está garantida a contratação de todos os professores necessários na Região”.

Esta situação é agravada pela inação deste Governo, que “não promove medidas de curto prazo para mitigar este problema, com ações que promovam a captação e a fixação de docentes para na Região”.

Por outro lado, Rodolfo Franca manifestou “muitas reservas” quanto à implementação dos manuais escolares digitais, um projeto piloto que arrancará com cinco mil alunos do 5.º e do 8.º ano, uma vez que até ao momento apenas houve “formação focal”, o que quer dizer que “apenas um punhado de professores em cada escola teve formação neste método de trabalho”.

“Aparentemente, este Governo acha que o arranque de um projeto que vai envolver milhares de professores e alunos em toda a Região, que engloba o conhecimento e o domínio tecnológico, que implica até o acesso a equipamentos informáticos modernos, é coisa que se possa preparar apenas nos primeiros dias de aulas e não carece de planeamento e preparação”, sublinhou o socialista.

“O que queremos é um arranque do ano letivo pacífico, tranquilo, em que todos saibam com o que podem contar e o que devem fazer. É esse o apelo que fazemos ao Governo: que faça tudo o que está ao seu alcance para garantir esse objetivo. Para isso é também fundamental que o Governo, e os partidos que suportam este Governo, oiçam os sindicatos”, finalizou o deputado do GPPS, Rodolfo Franca.