O Governo deixa novamente a Graciosa para trás

PS Açores - 16 de junho

O Partido Socialista da Graciosa está estupefato com as conclusões da visita do Secretário Regional da Saúde e Desporto à Graciosa.

Mais uma vez, o governo faltou à verdade perante os Graciosenses. Mais uma vez este governo deixa a Graciosa ficar para trás.

O autotanque para os Bombeiros da Graciosa, considerado uma prioridade para o Governo e para o PSD Graciosa em fevereiro passado, afinal, apenas 4 meses depois deixou de o ser.

As desculpas esfarrapadas para o incumprimento desta promessa ainda foram piores. O que não foi dito é que este governo está vergado perante as exigências do Chega e irá adquirir quatro viaturas para várias corporações, deixando de fora a Graciosa, porque quer aguentar-se no poder a qualquer custo.

Depois o Secretário, demonstrando um inusitado entusiasmo, manipulou uma série de números que apenas serviu para confundir os Graciosenses.

Disse que o seu governo contratou 17 profissionais de saúde. Onde estão eles? Dar ideia da entrada deste número de trabalhadores é uma falácia ou o fruto de uma imaginação muito fértil.

Disse também que vai contratar mais 3 médicos. Será que quis dizer que a Graciosa vai ficar com 7 médicos ou que, como já aconteceu, vão entrar 3 para compensar a saída de 3, ou ainda se se trata de renovação de 3 contratos que estão a terminar?

E os enfermeiros? Os 2 que promete contratar não serão os mesmos 2 que tinha anunciado há algum tempo atrás, que afinal entraram para substituir 2 que saíram? É que para cumprir os anúncios que o Secretário já fez, tinham de entrar agora pelo menos mais 4 enfermeiros.

O Partido Socialista da Graciosa não se emociona com estas conversas, nem com a tentativa constante de culpabilizar o governo anterior e garante que vai estar atento para denunciar este tipo de atuação que mais não é do que a necessidade de conservar o poder e iludir os Graciosenses com jogos de números.