Contas de 2020 ameaçam o futuro da Ribeira Grande, afirma Fernando Cordeiro

PS Açores - 30 de abril

Os Deputados do PS na Assembleia Municipal da Ribeira Grande votaram, esta quinta-feira, contra a Prestação de Contas do ano financeiro 2020 apresentada pelo Executivo de Alexandre Gaudêncio por considerarem que tais contas “ameaçam e hipotecam o futuro da nossa Terra”.

A posição foi assumida pelo deputado municipal, Fernando Cordeiro, que falava à margem da reunião da Assembleia, decorrida em videoconferência.

“O Partido Socialista não compactua e não aceita um aumento do endividamento da Câmara Municipal da Ribeira Grande de 8,7 Milhões de Euros em 2019 para mais de 22 Milhões de Euros em 2020, porque isso compromete a capacidade de financiamento do executivo Municipal da Ribeira Grande nos próximos anos, uma situação que nos deve afligir a todos”, explicou Fernando Cordeiro.

Para os socialistas, a Câmara Municipal da Ribeira Grande, ao invés de ter feito uma gestão equilibrada tem, nos últimos anos, investido em “cosmética contabilística”.

Para o PS da Ribeira Grande é “inconcebível” que “nesta época pandémica de tanto sofrimento para as nossas famílias e empresários”, a Câmara “prefira guardar para si 4,4 Milhões de Euros”, em vez de “os investir estrategicamente na melhoria das condições de vida dos Ribeiragrandenses ou em programas de apoio à Economia e ao Emprego”.

Fernando Cordeiro explicou que a transição de 4,4 Milhões de Euros de 2020 para 2021 “não são prova de rigor na gestão”, mas representa “milhões de euros que se foi buscar à banca, sobre os quais todos pagamos juros, e que não se soube aplicar ou investir na Ribeira Grande”.

“É ‘usurpar’ dinheiro aos Ribeiragrandenses, sem lhes dar nada em troca”, frisou o deputado do PS, acusando o Executivo do PSD de se ter “auto-confinado, quando deveria ter protegido a Ribeira Grande”.

Para o Partido Socialista, realçou Fernando Cordeiro, o tempo pandémico que atravessamos requer medidas excecionais de alavancagem da Economia, de promoção do investimento, de motivação e de lançamento da Ribeira Grande, algo que já todos perceberam que não está ao alcance do PSD”.

“Os Ribeiragrandenses sabem que poderão contar com o PS para implementar orçamentos equilibrados, mas justos, que olhem para os problemas que estamos atravessar e que deem um vislumbre de esperança e de confiança no futuro. Para isso contem com o PS”, assegurou Fernando Cordeiro.