Marienses merecem melhores cuidados de Saúde, realçam os deputados do PS de Santa Maria

PS Açores - 21 de setembro

Os deputados do PS eleitos por Santa Maria realçaram, esta terça-feira, as “dificuldades existentes na deslocação de especialistas e de deslocação de doentes, que obrigam a estadias em São Miguel por demasiado tempo, afetando a vida pessoal e profissional dos Marienses”.

Joana Pombo falava à saída de uma reunião com a Unidade de Saúde de Ilha de Santa Maria, onde foram analisados os problemas e preocupações que os Marienses têm exposto ao PS, acerca da prestação de cuidados de saúde.

“O que verificamos agora, na prática, é que os serviços de saúde em Santa Maria têm vindo a piorar nos últimos meses, ao contrário do que prometia o Governo Regional”, com as dificuldades que se sentem nas acessibilidades aéreas entre Santa Maria e São Miguel, agravada com ausência de médicos e atrasos nas consultas”, lamentou.

Os deputados eleitos por Santa Maria fizeram um ponto da situação do estado da saúde em Santa Maria e dos concursos que finalizaram e decorrem na unidade de saúde, apontando que “o aumento de especialistas na ilha, na maior parte das especialidades, está parado”, a “aguardar que o Governo Regional reformule uma portaria”.

Por outro lado, a parlamentar do PS realçou que “também na Saúde, como na Educação, o problema da falta de assistentes operacionais está a tornar-se demasiado evidente”, reflexo do “fecho irrefletido e inusitado de programas ocupacionais por parte do Governo, sem prever alternativas”.

Joana Pombo frisou que “os concursos que o Governo Regional tem abertos para assistentes operacionais não são, nem de perto nem de longe, suficientes para fazer face à redução dos programas ocupacionais”, o que gera um “óbvio défice de recursos humanos”.

“O Governo, que deveria resolver problemas e facilitar, parece que só atrapalha e os Marienses merecem melhor tratamento”, sublinhou a deputada do PS, Joana Pombo.