Vílson Ponte Gomes leva Emprego Jovem ao Parlamento

PS Açores - 5 de abril

O deputado da JS/Açores declarou, durante a última sessão plenária, que “os Açores têm de criar condições para continuar a desenvolver e a intensificar apoios, sobretudo na área do emprego e, em particular do emprego jovem”.

Para Vílson Ponte Gomes, que intervinha em sessão plenária para apresentação de uma iniciativa de reforço dos incentivos à contratação de jovens trabalhadores “é o emprego, a manutenção e o aumento quer do emprego quer dos rendimentos que consegue permitir um crescimento económico e responder eficazmente às crises”.

Com o objetivo de promover a empregabilidade e a estabilidade laboral desta faixa etária, facilitando a sua integração no mercado de trabalho, o líder da juventude socialista sublinhou que com esta medida propõem unir as atuais medidas de apoio à contratação de jovens numa só medida, garantido assim um aumento dos apoios financeiros quer para os jovens trabalhadores quer para as entidades empregadoras.

“A medida traduz um aumento de 30%, na maioria das atuais medidas de incentivo, a atribuir às entidades empregadoras que celebrem contratos de trabalho com dois grandes grupos de jovens: os jovens desempregados abaixo dos 35 anos e os jovens inativos que estão desempregados”, afirmou o parlamentar.

De acordo com Vílson Ponte Gomes, e deste quadro de medidas de incentivo para a contratação, estão incluídos programas como o INTEGRA, na vertente do ‘INTEGRA JOVEM’ e o ‘Programa de Incentivo à Inserção do Estagiar L e T – PIIE’, que pode passar a ter mais 1.620 euros do valor máximo de incentivo financeiro por cada trabalhador. Estão ainda incluídas medidas no âmbito do programa ELP – ‘Estabilidade Laboral Permanente’, com mais 1.998 euros por cada trabalhador, na conversão de contrato de trabalho sem termo e mais 3.600 euros para os novos contratados sem termo.

“Tão importante como o reforço financeiro é a rapidez e a simplicidade na atribuição dos apoios, e nesse aspeto este projeto também prevê que seja possível um pagamento inicial, no montante equivalente a 60% do incentivo aprovado, quando o contrato de trabalho for de natureza efetiva”, acrescentou o deputado socialista.

Para o líder da JS/Açores e deputado socialista na Assembleia Legislativa “estamos a direcionar as empresas para a contratação de trabalhadores e, por essa via, nós estamos a promover contratos mais estáveis e a garantir um rendimento muito importante para os jovens trabalhadores, sobretudo no contexto atual”.

“Portanto, reforçar o clima de segurança e estabilidade no emprego, sobretudo numa altura como esta, tem uma importância acrescida e central não apenas para o Partido Socialista dos Açores, mas para cada um dos trabalhadores e, em particular dos jovens trabalhadores. É, por isso, que propomos reforçar e adequar incentivos à contratação, não só pelas alterações da conjuntura que ainda atravessamos, como também pelo impacto muito positivo que terá na recuperação da atividade económica e no emprego jovem, e essa é a nossa grande prioridade”, assegurou Vílson Ponte Gomes.