PS/Açores aprova apoios para Rabo de Peixe e Ponta Garça mas pede mais “respeito” e menos “autoritarismo e policiamento musculado”

PS Açores - 26 de fevereiro

O Grupo Parlamentar do PS/Açores votou favoravelmente a proposta de criação de um Programa especial de apoio à economia de Ponta Garça e de Rabo de Peixe, na sequência das medidas restritivas aplicadas por causa da pandemia. No entanto, durante o debate, Valdemira Gouveia pediu cuidado e atenção na forma como o Governo trata da questão, pedindo mais “respeito” e menos “policiamento musculado culturalmente cego”.

A deputada do PS/Açores lamentou que a população da vila, onde nasceu e cresceu, tenha ainda que “viver com um conjunto de preconceitos e estigmas a ela associados” e seja alvo de “discriminação”, por causa da “ignorância de tantas e tantos que dela falam sem conhecimento”. E fazendo eco de algumas das queixas das pessoas referiu: “Há preconceitos manifestados, por exemplo, e como se queixa a gente de Rabo de Peixe, na própria forma como os casos pandémicos são reportados: As recuperações são da Ribeira Grande, mas as infeções são de Rabo de Peixe”.

Valdemira Gouveia defendeu “mais política de proximidade e menos autoritarismo e policiamento musculado”, elogiou o passo que foi dado, esta sexta-feira, no Parlamento Açoriano, com a aprovação deste programa especial, mas realçou que “é preciso fazer mais, fazer melhor por estas populações”.