Vasco Cordeiro destaca estratégia para melhorar rendimentos e sustentabilidade nas pescas

PS Açores - 16 de outubro

Garantir melhores rendimentos e condições para os pescadores e, simultaneamente, assegurar a sustentabilidade dos recursos no setor das Pescas, são apostas que o Partido Socialista tem implementado e que têm permitido obter resultados positivos. No entanto, como assegurou Vasco Cordeiro, durante a deslocação a São Jorge, esses “são desafios que devemos continuar a prosseguir”.

Em termos da melhoria dos rendimentos obtidos no setor das pescas, Vasco Cordeiro realçou, depois da visita ao edifício da Lotaçor nas Velas, que “entre 2012 e 2019 conseguimos a duplicação do preço médio na primeira venda em lota, passando de cerca de 2 euros para cerca de 4 euros”.

Outra das apostas que o PS/Açores quer manter, diz respeito aos investimentos feitos em infraestruturas, como aconteceu em São Jorge, “onde foi investido cerca de um milhão de euros no entreposto frigorifico”, no Faial “em que o entreposto frigorifico está já em obras”, na Madalena do Pico, em Ponta Delgada e em Vila do Porto, onde também foram feitas “intervenções nesse domínio”. Contudo, referiu o presidente do PS/Açores, “isso não significa que os investimentos estejam concluídos nessa área”.

Vasco Cordeiro destacou ainda que, “para além dos investimentos em infraestruturas”, fazem muita diferença os “investimentos que foram realizados do ponto de vista da formação e do ponto de vista da valorização do pescado”. No primeiro caso, referiu os “cerca de 750 marítimos que tiveram acesso a formação (…) nas mais variadas categorias” e, no caso da “valorização do pescado, que contribui também para o rendimento do pescador”, referiu campanhas como as que apelam ao consumo de pescado dos Açores. O candidato a presidente do Governo referiu, ainda, que tem sido fundamental para o setor “a gestão das quotas” e “o cuidado que tem sido colocado nesse domínio”.

Esta estratégia permite que “tudo isto convirja num objetivo que é essencial, ou seja, a valorização do rendimento do pescador, mas, simultaneamente, a sustentabilidade na exploração desses recursos”.

O líder socialista assumiu que a longo prazo há mais objetivos a concretizar, nomeadamente no que diz respeito a “realçar o valor económico da sustentabilidade da gestão desses recursos” e a “constituição de áreas marinhas protegidas”, em que, por exemplo, a iniciativa blue azores é “outro dos projetos estruturantes quanto à sustentabilidade e rendimento no setor das pescas”.