"Investimentos realizados no Jardim Botânico do Faial são exemplos da excelência das políticas ambientais"

PS Açores - 10 de setembro
Tiago Branco realçou a importância dos investimentos realizados no Jardim Botânico do Faial, considerando que “são exemplos da excelência das políticas ambientais que são implementadas pelo Governo dos Açores”. O deputado socialista eleito, pela ilha do Faial, referiu o “investimento realizado, durante a presente legislatura, de cerca de um milhão de euros, que consistiu na ampliação que duplicou a sua área, na construção das novas instalações do Banco de Sementes dos Açores, no novo Orquidário bem como na ampliação dos viveiros que vai permitir duplicar a capacidade instalada de propagação de espécies de flora endémica dos Açores”. Para Tiago Branco “esses investimentos contribuem de forma decisiva para a consagração do Jardim Botânico do Faial enquanto exemplo de excelência daquilo que os Açores têm feito ao longo dos últimos anos em matéria de políticas ambientais e preservação do património natural dos Açores”. O deputado do PS/Açores recusou, por isso, a desvalorização feita por alguma oposição durante um debate sobre o Polo de Pedro Miguel, “uma importante área para a nidificação e observação de aves, atividade que, como facilmente se compreende, não se coaduna com uma massificação de visitas”. Quanto ao Polo de Pedro Miguel, Tiago Branco realçou o pioneirismo do projeto que ambiciona “reintroduzir a floresta Laurissilva e conservar espécies características de habitats de maior altitude”, e que já foi alvo de investimentos de melhoria, apesar das limitações provocadas pela falta de água e de luz no local. Para o parlamentar, o espaço tem permitido a realização de importantes atividades, “de âmbito pedagógico, nomeadamente ações de educação e sensibilização ambiental no âmbito dos programas ‘Parque Escola’ e ‘Parque Aberto’, bem como nos charcos de Pedro Miguel”.